segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Estender ou não? E por quanto tempo?



Desde que eu resolvi vir para os EUA, quando alguém me perguntava quanto tempo eu ficaria aqui a resposta era sempre a mesma: 1 ano e estou de volta. E eu falava isso com uma certeza absoluta, afinal eu tinha motivos pra ficar só um ano, tinha que voltar pro namorado, pro trabalho... certeza que 1 ano seria mais que suficiente. Nos primeiros meses aqui minha resposta ainda continuava a mesma... Mas "Um belo dia resolvi mudar..."

Eu confesso que não consigo imaginar como é querer voltar antes do tempo. Como já comentei aqui nunca me senti homesick e os meses passaram voando... voaram tanto que eu comecei a me questionar sobre estender ou não. De repente eu já tinha passado 7 meses aqui e não tinha visto tudo o que eu queria, comprado tudo que eu queria... comecei quieta a colocar as coisas na balança. Foram umas semanas de dormir mal, comer mal, trabalhar meio destraída... Será que eu estendo? E se eu me arrepender? E se eu voltar e ficar deprê lá no Brasil pelas coisas que não fiz aqui? Como contar pro namorado e família que eu tava pensando em ficar mais?

Os dias foram passando e eu precisava tomar uma decisão, afinal meus hosts já estavam recebendo emails da Cultural Care avisando que caso eles fossem trocar de aupair deveriam começar a procura logo. Resolvi falar com o namorado e com minha irmã. Eles me apoiaram! Falei com meus hosts e ficou tudo certo: 6 meses de extensão, vou morar nos EUA até Julho do ano que vem :)


O que me levou a estender

- Viajei pouco esse ano. Apesar de passear com meus hosts eu só saí da Califórnia 1 vez! Eu tenho certeza que ia ficar frustrada voltando pro Brasil em Janeiro sem umas viagens a mais.

- Coisas que eu quero comprar #consumista. Eu poupei muito dinheiro até agora. Paguei a viagem do meu namorado pra cá e ajudei também com dinheiro pra nossa casa no Brasil (estamos construindo). Acredite se quiser, eu fui uma aupair que praticamente não comprou roupa e calçado em 7 meses (daí no último sábado resolvi recuperar o tempo perdido hahaha). Maquiagem eu fui comprar faz pouquinho tempo. Além de coisas pra mim eu quero comprar coisas pra minha futura casa :)

- Melhorar meu inglês. É, eu comi mosca esses primeiros meses. Não estudei nada de verdade, não li... e ficar mais um tempinho vai me ajudar.


- Minha casa no Brasil. Ela não vai estar pronta até Janeiro (quando eu voltaria). Quer dizer, vai estar pronta, mas sem móveis, pq eu estaria pobre de marré. Ficando mais tempo eu ajudo meu namorado e compramos os móveis... e quando eu voltar vai ser direto pra minha home sweet home.

Eu acho que o medo de me arrepender depois foi um dos maiores motivos que me fez ficar. Sou dessas que fica ressentida com as coisas que não fez sabe? Me imaginei no Brasil pensando "se eu tivesse ficado, eu teria conhecido tal lugar... eu teria comprado tal coisa..." e não quis isso pra mim. E depois de ver o quão rápido os meses passam eu percebi que 6 meses a mais não seriam tão difíceis.

Só 6 meses?

É... só 6 meses. Pra quem nem pensava em estender, 6 meses é um tempão hehehe. Mas eu ficaria um ano sim, porém eu tenho a casa que estou construindo me esperando no Brasil... e também não queria passar mais tempo do que isso aqui. Eu gosto de passar as datas especiais pertinho do meu namorado e 2 anos longe seria demais pra nós. Acho que mais 6 meses foi a medida certinha. Mas se eu estivesse solteira ou em outro momento do meu namoro, não pensaria duas vezes e ficaria um ano a mais com certeza! Pensar que isso é uma experiência de 1 vez na vida me dá toda a energia para ficar mais tempo. Eu diria que todo mundo que tem uma família boa aqui deveria estender... mas cada uma sabe do seu tempo né, da sua vida no Brasil, da saudade que sente da família...


Na Cultural Care a gente responde umas perguntinhas rápidas pra aplicar pra extensão. Você tem que ter completado os 6 créditos ou 72 horas, ou pelo menos ter um documento dizendo que você vai completá-los até o seu 11o mês. Tem também a taxa que pra 6 meses foi de 367 dólares se não me engano, mas a maioria das famílias paga essa taxa pra aupair (eles recebem um email da agência falando que "seria bem legal da parte deles pagar"). Não sei como funciona se você está indo pra outra família.

Então, se você está na dúvida, eu diria: fique. Porque se chegou a ter dúvida isso já é um sinal de que um lado seu quer ficar. E o Brasil vai estar lá, te esperando, muda a cor de uma parede, vem um vizinho novo, a lojinha da esquina fecha....mas o Brasil está lá.


E confesso que um dos motivos que me levou a passar mais um tempinho aqui foi...

                               video

Confesse que esse boy magia derreteu seu coraçãozinho vai! Hahaha.

E nos próximos capítulos... Férias no Brasil, vale a pena?

See ya ;)

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Eu voltei e agora é pra ficar!


Voltei pro blog tá? Mas continuo aqui na terra do fast food... Foi mais de um mês sem postar e I'm sorry por quem segue o blog, mas é que aconteceu taaanta mas taaanta coisa nesse 1 mês e pouco que vocês vão entender assim que lerem as próximas postagens! Então deixa eu começar pelo começo...

No último post eu contei sobre as férias com meus hosts né? As férias com eles foram boas e etc, como vc pode ler aqui , entre outros acontecimentos dos meus 7 meses de EUA. Durante essas férias eu conversei com a minha host sobre se eles teriam outra aupair... afinal estava chegando o tempo deles começarem a escolher. Ela comentou que ia ser muito difícil, pois ano que vem o schedule de trabalho dela vai mudar um pouquinho... e pra quem acompanha meus outros posts sabem que eles são uma família ótima mas um tanto diferente... por isso ela estava preocupada sobre quem seria a próxima aupair, porque eu me adaptei muito bem com eles. Essa conversa deixou um grilo no meu ombro cochichando na minha orelha "E se você estendesse?"

Eu ja estava ficando um pouquinho desesperada pelo tempo ter passado tão rápido e eu não ter feito tudo o que eu queria fazer, comprado tudo que eu queria comprar... e aí a ideia de estender por mais 6 meses começou fazer parte do meu pensamento 24/7... Fiquei numa dúvida enoooorme e entendi quando via as meninas falando sobre isso.... Decidi levar mais a sério e falar com meu namorado e minha irmã. Para a minha surpresa os dois aceitaram e me incentivaram a ficar! Mas minha irmã abriu meus olhos pra uma coisa: minha mãe estava esperando eu voltar, contando os dias... e se eu decidisse ficar era melhor ir pelo menos visitá-los. E conversa vai, dúvida vem, fiquei mais uns dias pensando se isso valia mesmo a pena. Falei com meus hosts e é claro que eles ficaram bem felizes com a possibilidade.

E depois de dias e noites dormindo mal, pensando em ir ou não pro Brasil, ir ou não passar férias no Brasil, comendo mal, trabalhando com preguiça.... eu decidi estender por 6 meses! Mas até chegar lá o caminho foi longo... e junto com a decisão eu também estava na expectativa da chegada do meu namorado dia 28/09!

Esse post foi só pra reviver o blog e bem pessoal, mas fiquem ligados nos próximos capítulos:

- Estender ou não? E por quanto tempo?

- Férias no Brasil: vale a pena?

- Universal Studios e Warner Studios em Los Angeles: dicas

- Disneyland em Los Angeles: como é? o que tem de diferente da outra Disney?

- Everybody comes to Hollywood: dicas de lugares legais e como poupar em Hollywood

- Transporte público em LA: um guia prático que te leva pra todos os pontos turísticos!

- Namorando: finalmente vou falar sobre isso!


Gostaram dos próximos posts? Vem muita novidade e dicas por aí... voltei de vez! Espero postar um por semana mas se der vão ser 2... e me deixem nos comentários dicas, dúvidas e sugestões, sempre!

See you!